D. José Manuel Imbamba em Lisboa com o Harambee

Harambee África Portugal convidou o Arcebispo de Saurimo, D. José Imbamba,  para proferir uma conferência sobre a realidade da Igreja em Angola,  aproveitando a sua vinda a Lisboa, cumprindo assim  um dos objetivos da associação: Comunicar África. A conferência aconteceu no passado dia 25 de Agosto e esgotou a lotação do Auditório da Rádio Renascença, no Chiado. Depois de feitas as apresentações, Con 2D. José Imbamba tomou a palavra para dar a conhecer uma realidade de que alguns têm ideia pela experiência no terreno, e de que outros sabem apenas aquilo que a comunicação social vai passando. Com uma abordagem clara, ilustrada por imagens, D. José mostrou ter um conhecimento profundo e estruturado das diversas áreas e vertentes do seu país e concretamente do povo de quem é pastor. Numa região ilusoriamente rica, por ser a zona dos famosos diamantes angolanos, Saurimo, no norte de Angola, a fazer fronteira com a Republica Democrática do Congo, debate-se no entanto com alguns problemas que são comuns a outros pontos do país, como a falta de professores qualificados, o analfabetismo da população, e o excessivo apego às tradições. Esta questão é, segundo D. José Imbamba, «um verdadeiro obstáculo para o progresso espiritual e humano dos angolanos, uma vez que pelas crenças muito enraizadas se abrem as portas a muitos males e medos que provocam estagnação».

D. JoséA trabalhar em parceria com o Estado, alinhado na solução dos problemas mais prementes da sociedade como são a Saúde e a Educação, a Igreja em Angola não deixa contudo de se mostrar otimista, investindo concretamente na família e nas vocações.

Alguns números foram apresentados para não deixar margem de dúvida sobre as realidades desta Arquidiocese que está agora a celebrar os 40 anos de vida: 210 catequistas, 18 sacerdotes, 14 Religiosas e 59 seminaristas, para 64 mil católicos num universo de cerca de 516 mil habitantes.

Con 1No final, houve tempo ainda para responder a algumas perguntas do público que, pelas explicações do Arcebispo de Saurimo, ajudaram a conhecer mais um pouco este país africano, nomeadamente a deficitária rede dos media e a realidade do ensino universitário.

Todos os participantes neste encontro ficaram muito agradecidos pela presença de D. José Manuel Imbamba,  que trouxe muita sabedoria e conhecimento sobre Angola e soube assim Comunicar África como ela é na realidade, sem escamotear mas com muita esperança neste povo que diz ser  alegre e empenhado.

Anúncios