II NOITE DE FADOS HARAMBEE ÁFRICA PORTUGAL

No passado dia 11 de fevereiro decorreu a II Noite de Fados Harambee África Portugal, desta vez no Arelho, em Óbidos. O evento contou com o esforço e a disponibilidades de muitas pessoas, organizadas pela Marta Roque Bilo, a Sofia Fonseca e a Margarida Santos. A Associação Cultural e Recreativa do Arelho, nas pessoas da Isabel, da Dulce Sousa e da Carla, apoiaram em tudo o que lhes foi solicitado.

fadista António Leitão aceitou o desafio e reuniu outros seis fadistas para abrilhantar a noite – Paulo Ribeiro, João Plácido, Cristina Cruz, Marcelino Ribeiro, Margarida Santos, Rogério Vieira –, bem como os guitarristas José Carlos Marona e Alberto Corga.

A sala encheu com a presença de mais de 260 pessoas, entre as quais tivemos o enorme gosto de contar com o presidente da Câmara Municipal de Óbidos, Humberto Marques, cujo apoio a esta iniciativa agradecemos.

fados2

O animado grupo juntou-se nesta noite solidária para angariação de fundos para os projetos que Harambee África Portugal quer apoiar em 2017: Projeto Cabaz Mamã, na Republica Democrática do Congo, e Projeto de Reinserção de Crianças e Jovens, no Togo.

O salão da Associação Recreativa do Arelho foi decorado para um verdadeiro ambiente de casa de fados, com as paredes forradas com quadros de fadistas e um palco muito florido. Este ambiente acolhedor resultou do generoso esforço de Fernanda Tanqueiro, Délia Mimoso, Sara Albano, Renata Albano, Jacinta Batista e Solange.

Após todos estarem sentados a degustar os petiscos, a vice-presidente de Harambee África Portugal, Sofia Marques apresentou a Associação Portugal e os projetos a apoiar em 2017, realçando a importância da aposta na saúde, com o acompanhamento de grávidas e recém-nascidos a partir do hospital de Monkole, com vista ao combate à mortalidade materno-infantil na República Democrática do Congo; bem como a aposta na formação e reinserção escolar e familiar de 40 crianças e 25 jovens de rua de Lomé, no Togo, dando-lhes ferramentas para poderem tornar-se profissionais independentes.

28197302292_f8ecb7a863_c

Terminada a apresentação, apagaram-se as luzes e o ambiente aqueceu com os fados e os solos dos guitarristas. As participações dos artistas foram sendo intercaladas com o serviço de mesa, levado a cabo com o brio de voluntários como Camila Timóteo e colegas de escola, Alice Silva, Ana Margarida Evangelista, Délia Mimoso, e o grupo de jovens de Óbidos, que, diligentemente e sempre sorridentes, satisfizeram todos os pedidos de caldo verde, chouriço assado e vinho, entre outros acepipes.

fados

No fim da noite, satisfeitos com esta atividade solidária, alguns dos voluntários já estavam a pensar onde se poderá organizar a próxima Noite de Fados, um evento com verdadeiro espírito Harambee – Todos Juntos, Todos à Uma, em prol dos mais necessitados na comunidade global.

Harambee África Portugal agradecer igualmente ao fotógrafo Daniel Evangelista, à Casa de Fados de Santo Onofre Obiverde, a Anabela Pinto, que forneceu as plantas, à Judymeals, a Carla Cruz, Hélia Florista e Maria Margarida, sem quem este evento não teria sido possível, nem teria tido o brilho que efetivamente teve.

Anúncios