2017 EM REVISTA

Graças ao contributo empenhado e ao trabalho entusiástico de vários colaboradores e amigos, 2017 foi um ano bastante cheio para HARAMBEE ÁFRICA PORTUGAL.

O nosso ano começou em março, nas Caldas da Rainha, com a II Noite de Fados HARAMBEE ÁFRICA PORTUGAL, organizada pela Margarida e pela Sofia, que reuniu cerca de 260 pessoas numa agradável noite de fados e guitarradas para ajudar os projetos Cabaz Mamã, da República Democrática do Congo, e de reinserção social de crianças e jovens de rua, do Togo.

 

Em outubro, lançámos a Culinária Solidária de 2017, desta vez para os mais novos, com três sessões de cozinha “com a mão na massa” dadas pela Luísa, em casa da Sofia, com um convite desenhado pela Mariana.

O curso foi um grande êxito, e dele saíram mais uns quantos chefs prontos a ajudar lá em casa.

 

Ainda em outubro, lançámos, do Porto e com a colaboração da Cristina e da Catarina, o I Concurso de Contos, no intuito de divulgar a nossa marca e de levar os jovens a desenvolver a sua imaginação, pensando um pouco mais numa realidade que conhecem menos bem.

 

Em novembro, soubemos que a jornalista Ana Candeias, da TVI, tinha sido agraciada com uma Menção Honrosa no VII PRÉMIO INTERNACIONAL HARAMBEE COMUNICAR ÁFRICA, com uma reportagem intitulada “Voluntários na linha do Equador”. Parabéns à Ana Candeias!

 

Já para o final do ano, pudemos vender os nossos belíssimos postais de Natal, ambos com desenho original, destinados aos que gostam de enviar Boas Festas num estilo vintage.

 

O ano terminou em cheio, com o I Concerto de Natal HARAMBEE ÁFRICA PORTUGAL, organizado pela Margarida, onde  mais de 150 pessoas puderam ouvir as maravilhosas canções de Natal da Mimi Froes e dos Liedertrio.

 

Este foi também o primeiro ano em que fomos beneficiários da iniciativa Troque os seus presentes por um donativo para Harambee.

Recebemos dos amigos da Isabel (que festejou os seus 50 anos e pediu de presente contributos para HARAMBEE ÁFRICA PORTUGAL) uma quantia significativa.

Ao longo de todo o ano, fomos ainda contando com a generosidade de muitos, manifestada em donativos, certamente dados com o coração.

 

Estas iniciativas e estes múltiplos contributos permitiram-nos, para além de dar a conhecer o nome de HARAMBEE ÁFRICA PORTUGAL, reunir a quantia que nos havíamos proposto este ano: 5000,00 euros.

Com isto, pudemos financiar o acompanhamento da gravidez e o parto em condições de higiene e segurança de cerca de 12 mulheres, aumentando exponencialmente as hipóteses de sobrevivência dos bebés e das mães; e cursos profissionais para vários jovens de rua, o que lhes permitirá reintegrarem-se na sociedade através do trabalho.

Um grande bem-haja a todos os que nos ajudaram a cumprir este objetivo: HARAMBEE – TODOS JUNTOS!

Anúncios