Arquivo da categoria: Projeto Kulikuassa

MAIS BENEFICIÁRIAS DO PROJETO KULIKUASSA

Em 2019, HARAMBEE ÁFRICA PORTUGAL está a angariar fundos para o Projeto Kulikuassa (que significa Ajuda Solidária), que está a ser realizado na Lunda Sul, uma província do nordeste de Angola.

O primeiro objetivo do Projeto Kulikuassa é alfabetizar os habitantes desta província que a ele se candidataram; numa segunda fase, ser-lhes-ão proporcionadas ferramentas profissionais que lhes permitam melhorar a sua vida e a da sua família.

Inicialmente pensado para 120 mulheres, o Projeto acabou por acolher também homens e jovens, num total de 55 alunos, 49 dos quais são mulheres adultas.

Conheça mais algumas mulheres que vão beneficiar do Projeto Kulikuassa.

Ana Bela Francisca tem 43 anos, é doméstica e tem desde há muito o sonho de aprender a ler e a escrever. Na verdade, sente que o facto de não ser capaz de decifrar as letras a coloca numa posição de inferioridade em relação às suas amigas que tiveram oportunidade de aprender a ler: sente vergonha quando está com elas.
Mas Ana Bela tem ainda outros planos: sabendo ler, poderá estar a par das notícias do país, coisa que muito lhe interessa.

Virgínia Mutunda  é um pouco mais jovem: tem 40 anos. O que mais lhe custa é ver que os filhos às vezes lhe pedem ajuda para os trabalhos escolares e ela não pode colaborar porque, ao contrário deles, não sabe ler.
Aprender a ler e a escrever vai ajudá-la a estar mais perto dos filhos.

O Projeto tinha inicialmente um orçamento de 8200,00 € para esta sua primeira fase. Redimensionado ao número de alunos que efetivamente se inscreveram no curso de alfabeticação, neste momento, o valor desta primeira fase do Projeto é de 4130,00€413,00€ dos quais ficam a cargo da organização africana, ficando HARAMBEE ÁFRICA PORTUGAL com o encargo de financiar os restantes 3717,00€.

Ajude-nos a ajudar estas mulheres a melhorar a sua vida!

Com 40,00 €, paga o salário mensal de um professor
no Projeto Kulikuassa!

PROJETO KULIKUASSA – NOVOS PROTAGONISTAS

O Projeto Kulikuassa , que HARAMBEE ÁFRICA PORTUGAL está este ano a financiar em Angola, com a ajuda dos seus muitos amigos de Portugal, pretende proporcionar a um grupo de angolanos – principalmente jovens e mulheres – da província da Lunda Sul, no nordeste do país, a possibilidade de aprenderem a ler, para posteriormente poderem adquirir formação profissional.

Apresentamos-lhe mais alguns beneficiários:

Alice Matuca tem 58 anos e é doméstica, ou seja, sem profissão definida.
Tem uma grande vontade de aprender a ler e a escrever porque, com esta idade, gostava muito de poder identificar as letras do seu nome.

 

 

Celeste Ndanguia tem 20 anos e é solteira, o que significa que tem de ser ela a prover ao sustento dos filhos.
Trabalha como auxiliar de limpeza, e gostava muito de aprender a ler e a escrever para poder ensinar as letras aos filhos.

Ajude-nos a ajudar a jovem Celeste e a D. Alice!

O Projeto Kulikuassa foi redimensionado ao número de pessoas que efetivamente se inscreveram no curso de alfabetização: 55.
Neste momento, o valor desta primeira fase do Projeto é de 4130,00€, 413,00€ dos quais ficam a cargo do Projeto, ficando HARAMBEE ÁFRICA PORTUGAL com o encargo de financiar os restantes 3717,00€.

LANÇADO O PROJETO KULIKUASSA

Teve início, no começo do mês de agosto, o curso de alfabetização de jovens e mulheres da província da Lunda Sul, no noroeste de Angola.

 

O interesse destas mulheres, que no seu tempo próprio não tiveram oportunidade de frequentar a escola, foi grande, e a aflluência significativa, incluindo até alguns homens e rapazes, que a organização também acolheu de braços abertos.

 

O curso de alfabetização começou a funcionar com 55 alunos, estando prevista a criação de mais uma turma para breve, dadas as solicitações recebidas.

O orçamento inicial, previsto para 120 pessoas, está a ser adaptado à nova realidade.

HARAMBEE ÁFRICA PORTUGAL congratula-se vivamente com o lançamento deste projeto, que vai permitir mudar a vida e a visão de mais algumas dezenas de jovens e mulheres angolanas, dando-lhes a possibilidade de acederem a um futuro melhor para elas e os seus filhos.

Ajude-nos a ajudar o Projeto Kulikuassa!

 

CONHEÇA MAIS UMA FUTURA BENEFICIÁRIA DO PROJETO KULIKUASSA

Filomena Muacolo Agostinho tem 30 anos.

Filomena vive na aldeia da missão e atualmente, tem a seu cargo os cinco filhos que o marido lhe deixou quando se foi embora.

Filomena cultiva a terra, em agricultura de subsistência, e vende o pouco que lhe sobra para prover a outras necessidades da família,

Não sabe ler nem escrever, porque o marido não a autorizou a aprender quando era mais nova, mas sente necessidade disso quando tem de assinar documentos ou fazer pequenos negócios.

Filomena será uma das 120 mulheres abrangidas pelo Projeto Kulikuassa, um projeto de alfabetização que decorrerá no nordeste de Angola, para o qual HARAMBEE ÁFRICA PORTUGAL está a angariar financiamento durante o ano de 2019.

Numa segunda fase, o projeto visará dar a estas mulheres ferramentas profissionais que lhes permitam melhorar o seu rendimento e proporcionar um futuro melhor aos seus filhos.

Ajude-nos a ajudar a Filomena e as outras mulheres que serão abrangidas pelo Projeto Kulikuassa!

CONHEÇA UMA DAS PROTAGONISTAS DO PROJETO KULIKUASSA

Durante este ano de 2019, HARAMBEE ÁFRICA PORTUGAL está a angariar financiamento para o Projeto Kulikuassa, de Angola. Com este projeto, pretende-se, numa primeira fase, alfabetizar 120 jovens e mulheres da província da Lunda Sul, no nordeste de Angola, para numa segunda fase lhes dar ferramentas profissionais que lhes permitam melhorar o seu rendimento e dar um futuro melhor aos seus filhos.

Conheça uma das protagonistas deste projeto.

Maria Octávia Fátima Boa tem 29 anos e é uma filha da guerra civil de Angola. Tem cinco fllhos a seu cargo: são pelo menos seis bocas para alimentar diariamente, só com o pouco que ganha em pequenos negócios, como a venda no mercado.

Octávia vem do Bairro Luavur, e não aprendeu a ler na idade própria porque no lugar onde vivia não havia escolas. Com o conflito que grassava no país, muitas estruturas estavam destruídas, e a instrução não era a principal preocupação de uma população que tinha de fazer tudo para sobreviver.

Octávia quer aproveitar a oportunidade que lhe vai ser proporcionada pelo Projeto Kulikuassa porque tem um sonho: ser capaz de ler a Bíblia na igreja e em casa, e poder ajudar os filhos nas tarefas da escola.

Ajude-nos a ajudar a Maria Octávia a ter um futuro mais promissor, para si e para os cinco filhos!