CONCERTO 4 VOICES POR HARAMBEE

Teve lugar no passado domingo à tarde, na igreja de Nossa Senhora da Porta do Céu, em Telheiras, um concerto solidário em favor de HARAMBEE ÁFRICA PORTUGAL.

Liliana Silva, contralto, Miguel Éfe, tenor, Ricardo Gouveia-Mendes, barítono, e Liane Sardinha, soprano, encantaram o público com um concerto às Glórias de Maria,

 

 

 

durante o qual percorreram a vida de Nossa Senhora com um conjunto de nove melodias de uma panóplia variada de compositores, terminando com o Ave de Fátima.

A sessão abriu com uma breve explicação das finalidades e do trabalho de HARAMBEE ÁFRICA PORTUGAL, e terminou com a doação, pelos presentes, do seu contributo para o PROJETO DIGNITY MOÇAMBIQUE

HARAMBEE ÁFRICA PORTUGAL agradece reconhecidamente aos 4 Voices

e a todos os amigos que quiseram associar-se e contribuir para o êxito deste evento.

As contribuições somaram 512,10 €, aos quais tiveram de ser retirados 57,20 € para despesas, o que significa que o concerto teve um saldo líquido de 454,90 €.

Estamos mais perto da nossa meta para este ano: 5000,00 €.

 

Anúncios

AS SALADAS DA MINDA POR HARAMBEE

Decorreu a semana passada, no Centro Cultural das Areias, uma animada sessão de culinária de verão intitulada “As saladas da Minda”.

As participantes aprenderam a fazer diversos pratos frescos, a condizer com o tempo que aí vem, e no final provaram os petiscos.

O valor pago por esta atividade reverteu inteiramente para HARAMBEE ÁFRICA PORTUGAL, que muito agradece a iniciativa!

III NOITE DE FADOS HARAMBEE

Teve lugar, no passado do dia 9 de junho, a III Noite de Fados Harambee África Portugal, na Associação de Instrução e Recreio os Pimpões, nas Caldas da Rainha.

Com o entusiasmo e a organização do Sr. António Leitão, da Margarida Santos e da Sofia Fonseca, a sala encheu-se para um serão com boa música e acepipes saborosos, proporcionados pela Associação Pimpões, nas pessoas da Mónica Gaspar e da Susana.

Mais uma vez, vários fadistas ofereceram a sua arte para uma noite de solidariedade – António Leitão, Emanuel Moura, Cristina Luz, Vítor Marques, Rogério Vieira, Gonçalves de Sousa, Anabela Jorge, José Saramago e Mariana Silva, acompanhados à viola e à guitarra portuguesa.

 

 

 

 

 

 

 

Com a sala cheia de amigos de HARAMBEE ÁFRICA PORTUGAL, acomodados em volta das mesas decoradas com flores e velas, apagaram-se as luzes e fez-se silêncio para dar início aos fados. Nos intervalos, foram servidos petiscos, como o muito elogiado caldo verde, pelos animados e diligentes voluntários,Ana Evangelista, Nuno Gomes, Mariana Dinis, Beatriz Dinis, Leonor, Catarina Lopes, Francisca Lopes, Carolina, Mariana, a quem agradecemos o entusiasmo e empenho.

A presidente de HARAMBEE ÁFRICA PORTUGAL, Sofia Marques, apresentou a Associação, que era afinal uma das razões de ser daquele evento, em especial o PROJETO DIGNITY MOÇAMBIQUE, apoiado em 2018, que se propõe capacitar 60 jovens em situação de grave pobreza, permitindo-lhes estabelecer-se profissionalmente e mesmo criar as suas microempresas.

Decorreu igualmente o sorteio das rifas que foram sendo vendidas ao longo do período de preparação desta noite de fados, sendo a rifa vencedora de Lívia Noronha, a quem o prémio – uma máquina de café oferecida pela Delta – foi entregue na terça-feira seguinte.

 

O total angariado com este evento a favor de HARAMBEE ÁFRICA PORTUGAL foi de 1539,00 €.

HARAMBEE ÁFRICA PORTUGAL agradece a todos – os que organizaram, os que compareceram e os que, não podendo estar presentes, se solidarizaram com o evento através de donativo – esta fantástica noite HARAMBEE: todos juntos, todos à uma.

PROJETO DIGNITY MOÇAMBIQUE EM ANDAMENTO

HARAMBEE ÁFRICA PORTUGAL continua a angariar fundos para o PROJETO DIGNITY MOÇAMBIQUE, que consiste na criação de quatro ateliês de formação profissional destinados a jovens da província de Tete, em Moçambique, com o objetivo de os tornar profissional e economicamente independentes.

Em Moçambique, os ateliês já começaram a funcionar, ainda que de modo experimental e com os recursos disponíveis.

Regina e Adélia, do ateliê de costura

Entretanto, o projeto sofreu uma adaptação no orçamento, uma vez que HARAMBEE não conseguia garantir os 20.000,00 € inicialmente solicitados. Os promotores optaram por reduzir os salários dos formadores, para não sacrificar o material nem o número de participantes.

O valor do projeto é atualmente de 16.666,00 €, dos quais a Associação Dignity Moçambique assegura 1666,00 €, ficando os restantes 15.000,00 € a cargo de HARAMBEE.

HARAMBEE ÁFRICA PORTUGAL continua a envidar todos os esforços por obter os 5000,00 € que se comprometeu a enviar.

AJUDE-NOS A AJUDAR!

Com 65,00 €, paga o salário mensal de um formador sénior.

Com 35,00 €, paga o salário mensal de um formador júnior.